29.4.11

Ser feliz!


“Estar bem e feliz é uma questão de escolha e não de sorte ou mero acaso. É estar perto das pessoas que amamos, que nos fazem bem e que nos querem bem. É saber evitar tudo aquilo que nos incomoda ou faz mal, não hesitando em usar o bom senso, a maturidade obtida com experiências passadas ou mesmo nossa sensibilidade para isso. É distanciar-se de falsidade, inveja e mentiras. Evitar sentimentos corrosivos como o rancor, a raiva, e as mágoas que nos tiram noites de sono e em nada afetam as pessoas responsáveis por causá-los. É valorizar as palavras verdadeiras e os sentimentos sinceros que a nós são destinados. E saber ignorar, de forma mais fina e elegante possível, aqueles que dizem as coisas da boca para fora ou cujas palavras e caráter nunca valeram um milésimo do tempo que você perdeu ao escutá-las.”



 Bom final de semana a todos!!!!

5 comentários:

Sandro Ataliba disse...

Viver é escolher. Desejo o mesmo!

Thaís Alves disse...

O único porém é que para conhecer a falsidade e afastar-se dela, muitas vezes é preciso deixar-se aproximar e machucar. Mas faz parte. Ser feliz é escolher nunca se esquivar. :) Beijos!

Mariane Magno disse...

Há uma grande discussão sobre a questão do "SER FELIZ", uns dizem que a felicidade é um estado de espírito, há cientistas que apontam teses de que são hormônios agindo no corpo do ser humano, mas porque não os dois? Já que tudo em nossa mente interage com o nosso corpo.

Ser feliz é sentir-se realizado, mesmo que com coisas bobas e pequenas aos olhos dos outros.
Beeeijos ;*

http://complexospensamentos.blogspot.com/

uhooi disse...

lovely blog,,,

visit our blog at http://uhooi.blogspot.com/

Bruno Gomes disse...

Quanto mais o tempo passa, mais eu percebo que a felicidade é um estado interior.

Tem gente que tem tudo aquilo que julgamos que nos faria felizes, e são abundantemente infelizes apesar disso.
E tem outras pessoas que não tem nada daquilo que julgamos indispensáveis à felicidade, e são profundamente felizes.

Onde está a felicidade então?
Está em um estado íntimo que nos permite caminhar por entre diversas situações, agradáveis e desagradáveis, sem perder a felicidade.

Claro que as coisas exteriores influenciam, óbvio.
Mas não predominam e não são capazes de trazer felicidade se não a tivermos construido dentro de nós mesmos.

Abraços;