17.4.11

Quem se contradiz não está enganando aos outros, mas sim a si mesmo.Ou é ou não é. Quer ou não quer.Contradição não é sinônimo de verdade. Pessoas sem uma decisão firme tendem a passar uma imagem de incapaz.
Uma das maiores contradições do ser humano é demonstrar uma coisa e não agir conforme prometido. Eu sei que a vida sempre nos dá provações de como a gente erra, e como devemos consertar nossos erros, mas quando passamos da conta de quantas vezes erramos, e ainda assim persistir no mesmo erro, acaba nos tornando um tanto quanto vulneráveis.
Infelizmente existem pessoas que se enfraquecem com algumas coisas, e acabam deixando de lado o amor próprio e passam  a viver uma vida que não foi concebida a ela.Devemos ser firmes nas nossas decisões, assim como ter convicção de que o que vale mais é a nossa felicidade, o nosso amor próprio. Aprendi que não poderemos ofertar amor, ou sermos amados de forma verdadeira, se não formos os primeiros a fazê- lo.
Não adianta passar uma imagem que de está feliz, enquanto por dentro está magoada, e vivendo em uma fantasia.Deixe de lado a dúvida e as contradições que existem dentro de você, e então perceberá  o quanto será bom dar valor ao que realmente vale a pena: o seu amor próprio.





'Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.Hoje sei que o nome disso é... Respeito.'
Charles Chaplin
 

8 comentários:

PapoBacana disse...

A contração às vezes é uma maneirade saber o quanto as pessoas mentem, e mentem a ate sem perceber, por força do hábito.Ser pego em contradição é uma das coisas mais constragendores que os mentirosos podem sentir..

adorei o post..
abraços..

http://papiando-adoidadp.blogspot.com

Madonna disse...

Bastante reflexivo seu texto. Devemos deixar de lado todas as nossas dúvidas, as nossas contradições e partir em busca da felicidade. O tempo não espera para decidirmos, você tem que escolher um caminho e seguí-lo!

Beijos

Sandro Ataliba disse...

O problema é definir o que é contradição e o que é mudança. Como cada um de nós vive muitas vidas diferentes em uma só, às vezes conceitos mudam. Se a mudança é fixa, pra valer, faz parte do crescimento. Já se for só pela conveniência, é pura enganação mesmo... ao outros e a si próprio.

Thaís Alves disse...

Olá! Concordo plenamente com você, a vida não é para ser desperdiçada apostando em ilusões. Até mesmo as fases de luto ou de fingir ser feliz têm tempo determinado, são apenas um intervalo na verdadeira busca que é a felicidade. Temos que ter pulso suficiente para sermos capazes de tomarmos decisões e não ficarmos à deriva em nem deixarmos ninguém à espera. E sim, temos que ter muito amor-próprio. Mas apenas o suficiente para tomarmos até mesmo atitudes difíceis para ser feliz. Não podemos também permitir que o amor próprio seja tão grande a ponto de não caber outra pessoa. Uma vez li um Texto de Caio F Abreu em que ele dizia exatamente isso, que o amor próprio dele era tãop grande que não cabia outro alguém... e iss também não é ser feliz. Este tal de equilíbrio tão difícil de atingir! Beijos!!! :)

Pedro Menuchelli disse...

O primeiro amor que tem que existir é sempre o amor próprio. Através dele, conseguimos amar outras pessoas de uma forma muito linda. Lindo texto.

Kazon Kazon Indústria de Cosméticos disse...

Olá, somos uma indústria de cosméticos localizada na capital Mineira. Gostei muito do seu blog e gostaria de lhe convidar a seguir o nosso. O endereço é: http://kazonpresente.blogspot.com/. Será um prazer ter você como seguidora.
Obrigada.
Karyne Araújo.
Assessora Comunicação Kazon.
comunicação@kazon.com.br

Cel espiao disse...

www.celularespiao.org

Se você precisar de um Grampo para telefone Celular, saiba que somos pioneiros na confecção destes equipamentos. Escuta de celular ou grampo telefonico Você gava tudo de forma totalmente segura e oculta e ainda pode receber as suas gravações por e-mail.

Mariane Magno disse...

Nossa mandou muito bem. Eu concordo com você estamos nos acostumando a demonstrar sentimentos que não sentimos só para mostrar para outros uma felicidade inexistente.

E isso faz com que tenhamos uma vida de contradição: somo infelizes, mas mostramos uma vida completamente feliz... mentimos para nós mesmos e isso é a pior coisa que teem.

Ameei seu posta e perfeito o que acrescentou: 'Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.Hoje sei que o nome disso é... Respeito.'

Beeijooos,
http://complexospensamentos.blogspot.com/