12.7.11

Again...!

Hoje assistindo o filme 17 again (17 outra vez), fiquei pensando como seria bom se todas as pessoas pudessem voltar ao passado, para poder consertar algum erro, ou então fazer  o que sempre teve vontade, mas por medo não conseguiu.Todos nós temos algumas lembranças e passagens da vida que desejaríamos que voltassem, e eu queria que voltasse ,por exemplo, momentos de brincadeiras com meu irmão, boas conversas com meus amigos,  viagens  e confraternizações com minha família. 
Depois de pensar nessas coisas, a gente vê o quanto o tempo passa rápido,e como a gente perde tempo sofrendo com coisas sem sentido.Mas já que não temos o dom de regressar ao passado,vamos deixar que a ordem natural aconteça, e guardar todos os bons momentos na memória,tentando aproveitar o máximo  a nossa vida, sabendo valorizar cada dia o dom de poder viver.






" Se em certa altura
Tivesse voltado para a esquerda em vez da direita;
Se em certo momento
Tivesse dito sim em vez de não ou não em vez de sim;
Se em certa conversa
Tivesse dito as frases que só agora, no meio do sono elaboro –
Se tudo isso tivesse sido assim,
Seria outro hoje, e talvez o universo inteiro
Seria insensivelmente outro também.”
Fernando Pessoa ― Poesias de Álvaro de Campos


12 comentários:

Meire disse...

Thay, acredito sim que temos que aproveitar o momento sempre, mas voltar para mudar as coisas já acho que não, pois se aconteceram assim é pq tinham que acontecer e é por causa dessas milhares de pequenas coisas que somos quem somos hj!

Belo post! bjokitas mil ;)

Pedro Miguel SIlva Macedo. disse...

Obrigado eu :p

Valdicéia Mendonça disse...

Você é sempre perfeita nos seu posts, mas esse é fenomenal!!!
Super parabéns!!!
Eu adoro filmes desse tipo, fico enlouquecida (mas do que sou,rsrs).
Adorei!!! Adorei!!!
Essa poesia então, parece que já nasceu para o seu post.
Nossa!!!
Lindo!!!
Beijokas!!!

Dé Mattos disse...

Thay querida!
Ontem me peguei pensando sobre essa coisa de "o q vc mudaria no passado", e olha.. fiz muita coisa errada, falei, agi e senti coisas erradas. Valorizei quem não devia, desprezei quem não merecia. Mas de coração te digo que não voltaria atrás para consertar nadinha. Acho que tudo que vivemos nessa vida faz parte de uma época e não acontece por um simples acaso. Cada erro foi me tornando a pessoa que sou hoje. Mais forte, mais serena, mais amorosa. Não mudaria nada não, mas concordo também que temos que aproveitar e muito o dia de hoje.
Beijo grande!

♪ Sil disse...

Thay querida,

Antes eu queria e desejava que a vida tivesse uma curva, onde a gente pudesse voltar pra consertar ou viver novamente alguma coisa boa que deixou pra trás.
Mas hoje penso que tinha que ser assim, do jeito que foi.
Tipo a música do Rei?

Se chorei ou se sofri, o importante é que emoções eu vivi!

Saudade sempre!

Um abração!

Bruno Gomes disse...

Não sei não Thay.
Voltar para valorizar mais as coisas, ok.
Mas voltar para consertar...

Você já assistiu o primeiro filme Efeito Borboleta?
O que acontecia: toda vez que ele voltava para consertar algo, disso saia uma conseqüência positiva e uma negativa que não tinha inicialmente.
Pois toda decisão que tomamos na vida é assim, trás aspectos positivos e outros não tão positivos assim.

O ideal é aprender com os erros, agregando como experiência, para não cometê-los mais.

Um beijo!

Clicia Brito disse...

Olá, belo post... Da para fazer uma ótima reflexão e vou assistir esse filme, e depois voltarei a comentar aqui também!
Beijos!

Um brasileiro disse...

oi moça. estive aqui dando uma olhada. legal. apareça por lá. abraços.

Sandro Ataliba disse...

Mesmo se pudesse, eu teria medo de voltar no tempo, pela chance de, ao voltar, me ver diferente.
Deixa tudo como está, pois está bom.
:)

Lena disse...

Thay
Te digo com a maior sinceridade: eu não gostaria de voltar no tempo não, pq o que fizemos lá atrás é o que somos hoje, com nossos erros e acertos!Bjkas com carinho!

Kinha disse...

Lembro de uma frase que dizia que deveríamos nascer velhos e ir ficando mais jovens com o passar do tempo. é um caso a se pensar, rs
:)

Rosane - Mãe da Princesinha Anne Caroline disse...

Ah mudaria uma coisa... q hj ainda me martela no meu ser...mas ñ sei se adiantaria muito, mas tentaria sim! Amores mal resolvidos pesam tanto...
Pelos amigos e família sei q me dou ao meu máximo...mas adoro o resultado do meu ser duplicado numa carinha sapeca com um sorriso e uns olhões escancarados na cara ao me ver! bjs no core!