17.8.09

"Tenho andado distraído,impaciente e indeciso..."

Não sei mais o que pensar em relação as minhas atitudes. Às vezes faço coisas para poder me dar provas que nada é tão perfeito quanto parece ser. Porém, no momento em que as torno reais as minhas dúvidas, eu fico magoada, pois eu não desejava que aquela perfeição fosse terminar, ou então ficar na base da desconfiança.
Demorei para custar a aprender que se a gente quer ficar chateada com alguma coisa tem que se tornar pelo menos uma vez curioso nessa vida.O meu maior defeito é ser curiosa em excesso,e isso na maioria das vezes gera um resultado negativo, pois sempre encontro o que realmente estava pensando, mas que eu não queria de forma alguma que fosse verdade.
De duas, uma: Ou ajo sempre com a minha desconfiança descobrindo as verdades, ou deleto as coisas (pessoas) que não me fazem bem.
Fica aí essa dúvida....

3 comentários:

Estação-Espacial-Feita-de-Argila-e-Palha disse...

tô aqui na UPFA e até que deu pra entender numa primeira lida!

quando eu chegar em casa mais tarde, eio tiro e tiro uma conclusão mais acertada, ok?!?


bju e se cuida!

Araken Vaz Galvão disse...

Na verdade não firmo que os "Negrão", são irlandeses. Digo qu nunca houve colônia de holandeses no Brasil, salvo no século passado em São Paulo, Holambra. De irlandeses, sim, houvem uma na Graciosa, região do rio do Engenho.
Galvão

Quilômetros-a-Pé disse...

A grande questão passa a ser: “O que fazer quando se sente assim?”
Saber que o Dragão existe é uma coisa, dar DE CARA com a fera são outros quinhentos.
Bom, enquanto és curiosa em excesso, eu admito que enquanto a coisa – seja que coisa for – não estiver do meu agrado, continua em nível de projeto. Acredite-me, meu bem, isso já fudeu bonito comigo mais de uma vez.
A meu ver, não estás errada em deletar o que não te faz bem. Mas não duvido que o processo de escolher quais arquivos e/ou programas irão para o limbo, hah, deva ser bem dolorido.


att e bjos!